• Selecione Seu Idioma

Presidente da BFUCA/UNESCO participa do lançamento da Rede Solidária em Campo Grande/MS

No dia 13 de novembro de 2015, a convite do Governo do Estado do Mato Grosso do Sul, o presidente da BFUCA UNESCO do Brasil, Luís Otávio Palhari participou do lançamento de um grande projeto social, em campo Grande Mato Grosso do Sul, o Rede Solidária Unidade “Ruth Cardoso”, em homenagem a esposa do Ex-Presidente da República do Brasil, Fernando Henrique Cardoso.

O projeto Rede Solidária está instalado nas imediações da favela Cidade de Deus, no bairro Dom Antonio Barbosa, o prédio da Rede vai trabalhar no ponto mais vulnerável da cidade, tanto em índices de violência, saúde e geração de renda. A meta também é atender beneficiários do Vale Renda – recurso destinado às pessoas em situação de risco social (R$ 170 mensais por beneficiário).

De imediato, a Rede Solidária vai atender pelo menos 850 pessoas na Capital, sendo que até 2018 os serviços serão instalados também no interior. Os atendimentos serão realizados em 28 projetos em sete áreas: Educação, Cultura e Esporte; Esporte Cidadão; Escola da Família; Saúde e Prevenção; Segurança Cidadã; Voluntariado; e Horta Orgânica e Trabalho e Renda.

Após a inauguração o presidente da BFUCA/UNESCO, Pr. Palhari almoçou na  residência do governador, a convite do Governador Reinaldo Azambuja, com a presença da Vice-Governadora Rosiane M. Oliveira, do Presidente Fernando Henrique Cardoso, dentre várias autoridades e convidados presentes.

No período da tarde, teve uma agenda de trabalho com a Vice-Governadora e Secretária dos Direitos humanos, Assistência Social e Trabalho, Rosiane M. Oliveira; a presidente do CRA-MS Gracita Hortência Santos Barbosa; o Secretário da Juventude do Estado do Mato Grosso do Sul,  Marcos Silva, o presidente da Organização de Desenvolvimento Humano Multisocial Cultural UBUNTU (ODHMCU), Henzo Ferrari; a Analista de Assuntos Internacionais do Instituto Seiva Brasil, Camila Tiemann dos Santos e o empreendedor da ENDEAVOR, Ricardo Ferreira Nantes.  

Dentre os assuntos tratados, o destaque foi para a abertura do CLUBE UNESCO DO MATO GROSSO DO SUL, que será a representação da UNESCO não governamental no estado; podendo ser o 3º. Clube UNESCO do Brasil.

“O interesse do Estado do Mato Grosso do Sul, e das classes sociais representadas, sinalizam um trabalho para construção de um modelo social inovador para o Brasil, dessa forma contará com o apoio da Federação Nacional das Associações, Centros e Clubes UNESCO do Brasil, a UNESCO não governamental”; disse Palhari.